Faça agora
sua cotação

Simular
Cotação

4 dicas de segurança no trânsito (que, talvez, você não conheça!)

Na autoescola, aprendemos não só as leis de trânsito, mas também algumas medidas de segurança preventiva.

Com a experiência, vamos aprendendo, na prática, que existem diversas maneiras simples de evitar acidentes.

Manter distância dos outros veículos, não usar celular ao dirigir, usar cinto de segurança, entre outros.

Existem outras dicas de segurança que também são eficazes e muito simples, mas nem todo mundo conhece ou até mesmo se esquecem de praticar no dia a dia.

Confira!

Escolha a melhor posição do banco

Uma das primeiras atitudes que devemos tomar ao entrar no carro é ajustar o banco.

Pode parecer bobo, mas muitas pessoas não dão atenção para isso e deixam o banco em qualquer posição.

Isso é um erro perigoso!

Se o banco estiver posicionado de qualquer forma, com os membros muito esticados ou comprimidos, você pode começar a se sentir desconfortável.

Isso pode causar acidentes, uma vez que a mobilidade e agilidade do motorista fica comprometida.

Não use o freio caso o pneu estoure

Nossa primeira ação ao sinal de qualquer problema com o carro é pisar no freio.

No entanto, se o pneu tiver estourado, pisar no freio pode ser um problema.

Frear abruptamente com o pneu furado pode fazer com que o carro perca totalmente o controle, causando batida ou capotamento.

Neste caso, a melhor atitude é manter a calma e, gradualmente, reduzir a velocidade do veículo, mantendo a sua segurança e a de outros motoristas.

Evite dirigir com o carro na reserva de combustível

Uma atitude comum para alguns motoristas é abastecer o veículo quando ele está na reserva.

Isso pode ser perigoso e causar o que é conhecido como pane seca.

Assim, além de danificar o veículo, o sistema de freios é interrompido e o pedal fica rígido.

Se o carro estiver em movimento quando o combustível acabar, o motorista não consegue freá-lo, podendo acontecer um acidente grave.

Não use farol alto em dias de chuva ou neblina:

Muitas pessoas acreditam que usar o farol alto em dias de chuva ou em locais com muita neblina é melhor para a visibilidade.

No entanto, o que acontece é exatamente o contrário.

A luz do farol alto reflete nas gotas de água e no nevoeiro, tornando a visibilidade ruim tanto para o motorista, quanto para os outros motoristas e pedestres.

Nestas condições, opte por usar os faróis de neblina que geralmente ficam posicionados na parte inferior da frente do veículo, sendo muito úteis para visualizar as condições da via.

Você já conhecia essas dicas de segurança?

Se não as conhecia, passe a praticá-las em seu dia a dia.

São atitudes simples, mas que redobram a segurança e o cuidado no trânsito, tanto para você, quanto para outros motoristas e pedestres!

E lembre-se que estar sempre protegido é a melhor garantia!